De álbuns a poesias, nº11. One Ok Rock, Álbum: Ambitions


One Ok Rock
Álbum: Ambitions

Resultado de imagem para one ok rock ambitions

Friagem

Sempre que eu tento conquistar os meus sonhos,
As expectativas tentam sempre me abalar.
Às vezes conseguem, são pássaros ao longe alçando voo,
Às vezes não, a ambição faz cair cada pena.

Muitas vezes eu só aguarde que soltem as bombas,
Para fazer com que tudo vire pó e pedras.
É como se eu me unisse a cada emoção boba,
E minha mente enlouquecesse, sem regras.

Meu coração está decolando até o mais lindo céu,
Não sei se sinto medo de amar, ou apenas perdi essa capacidade.
Eu só sei mergulhar entre os mundos, ultrapassando esse véu,
E me perco na epifania que é fugir da realidade.

Eu sempre soube que estava sozinho,
Depois de descobrir quem nós somos.
Jovens demais para sermos felizes dentro deste ninho,
Nós não somos nada do que um dia já fomos.

Eu me sinto tão cansado, de tudo o que eu vivo,
De tudo o que eu posso ver e sofrer.
Me dói saber que eu ainda estou aqui, respirando,
E não há mais nada que eu possa fazer.

É difícil amar quando já não se sente mais nada,
Quando seu corpo fica dormente e você sem palavras.
Não dá para distinguir o que é felicidade ou raiva,
Apenas sei que eu não consigo mais continuar essa caminhada.

E quando você acorda em seu quarto no meio de uma guerra,
Entre você e seus próprios medos.
Um lugar que deveria ser melhor do que um buraco na terra,
Você se encontro, envolto em desespero.

Eu assisto todas aquelas garotas felizes,
Como em uma festa puramente americana.
Mas nós crescemos sabendo esconder as cicatrizes,
E fingir que não é mais um corpo que apenas anda.

Eu lembro da época em que eu me sentia um rei,
Repleto de pessoas confiáveis, pessoas amigas.
Mas um dia meu trono caiu, e meu sorriso eu matei,
E nunca senti como se aquela esperança fosse realmente minha.

Eu só quero que você escute todas as vezes em que sofri,
Em um mundo em que todos deveriam ser unidos.
Nunca mais foi a mesma coisa, agora ninguém sorri,
Apenas choram até suas lágrimas formarem rios.

A única coisa que eu quero é sair daqui,
Uma passagem só de ida para um lugar bem longe.
Onde nunca mais irão tentar me ferir.
Viver sozinho com meus pensamentos a fluir.

Eu só quero dormir e ter uma boa viagem,
Em meio ao mar que é o universo.
Ir atrás de meu coração que se perdeu na friagem,
Como vou achá-lo, se não posso senti-lo?

Mas, um dia eu vou ter que acordar,
E tudo irá começar novamente.
Talvez quem sabe isso não vá acabar,
Quando aceitar os pensamentos que vêm á minha mente.

Eu já não tenho mais nada, tudo se foi,
Então pegue o que quiser, e vá com a correnteza.
Apenas quero saber o que há de ruim para hoje,
Quem me atingirá com toda firmeza.

Comentários

Popular Posts