Arquivo Magia #9: Magia Cinza



 Fala espécies!
 No Arquivo Magia de hoje, nós iremos falar sobre o tipo de magia que, além da Magia verde, sempre nos uniu à natureza, onde dela foi obtida toda a sabedoria da magia, a Magia Cinza!

Resultado de imagem para grey tumblr

A magia cinza é aquela que quer alcançar o domínio sobre a natureza e, em particular, sobre as plantas. As plantas encerram grandes e, ainda, desconhecidas propriedades. Foram os Iniciados etruscos que chegaram a um grande adiantamento no descobrimento das propriedades das plantas. Com o tempo, estes segredos psico-químicos passaram a seus discípulos, os quais instituíram uma ciência da qual derivaram as escolas de medicina romana e de alquimia medieval. Estes Iniciados adotaram, como veste, um hábito cinza, talvez porque as nuvens cinzas ocultam os segredos do sol e do céu, e eles ocultavam os segredos da natureza. Os homens, pacientemente, foram descobrindo por si mesmos os segredos da natureza, tão zelosamente escondidos. Um botânico e um químico modernos são, em realidade, hábeis magos cinzas. A planta é como um grande depósito. Recebe as emanações dos planos sutis e dos planos densos. Seu contato com os raios solares produz não somente a clorofila, mas também outro elemento, sem cor, que poderia ser chamado de heterofilo, que é a transformação do éter cósmico.

Imagem relacionada

 A natureza tem a propriedade de absorver os raios solares – clorofila – e os raios cósmicos – eterofila – com uma gama de vibrações receptoras diferentes da possuída pelo homem. É uma onda magnética sutilíssima, ultra-etérica – que corresponde aos átomos X2a – a qual, em contato com outra vibração mais densa, raios subinfravermelhos, vitaliza especialmente os vegetais. Estas ondas, unidas entre si, produzem na natureza a essência da subsistência ou a conservação da vida. São moléculas vivas ou vários elementos de conservação, chamados hoje, vitaminas. Como contraposição, estas ondas, postas em desarmonia entre si, produzem uma super irritabilidade, elementos tóxicos, que levam à destruição da vida. Todos os remédios e os venenos são extraídos da linfa das plantas. E a magia cinza consiste em saber extraí-los, devidamente. A magia cinza se efetua pela transmutação dos elementos químicos integrais, conservando, na medida do possível, o elemento extraído em seu estado fundamental.

Resultado de imagem para elements tumblr

 Os quatro elementos que efetuam estas transformações são, como sempre, os seguintes:
  • Ar: corresponde à sutilização 
  • Água: corresponde à putrefação 
  • Fogo: corresponde ao esfriamento 
  • Terra: corresponde ao endurecimento 

 A natureza tem uma vibração completamente diferente da do homem – do homem em seu aspecto racional; por isso é que, em contato com este, ela se retrai constantemente. As plantas têm quatro vibrações:
  • A mais sutil, a etérea, que se poderia dizer que corresponde ao ar.
  • A úmida que corresponde à água.
  • A calórica, ou a do fogo, que corresponde ao calor.
  • A fria que corresponde a terra.
 Como o homem não possui estas vibrações espontaneamente, mas somente através da reação cerebral, ao contato com o homem, as plantas imediatamente se fecham a todo contato exterior. Por exemplo: Uma verdura perde magnetismo no simples contato com a mão do homem. Perde, ainda mais, ao ser cortada e assim, sucessivamente, ao ser transportada, lavada, cozida, condimentada e servida. Quando chega à boca, perdeu praticamente toda substância sutil. Os magos cinzas conheciam estes segredos da natureza. Por isso, identificavam-se com ela através de uma vida completamente natural e simples para alcançar seu domínio. É aquela que deseja alcançar o domínio sobre a natureza, em particular sobre as plantas.

Imagem relacionada

 Os quatro elementos que efetuam essas transformações são: Ar = corresponde à sutilização; Água = corresponde à putrefação; Fogo = corresponde ao esfriamento; Terra = corresponde ao endurecimento. Os magos cinzas conheciam bem os segredos da natureza. Identificavam-se com ela numa vida natural e simples para alcançarem seus domínios.
 Sabedoria significa ''ensinamentos'', e o domínio da sabedoria é o principal atributo do feiticeiro. Durante toda a história, os feiticeiros estudaram e colecionaram livros e escritos com a sabedoria das eras e muitos formaram importantes bibliotecas e museus. Talvez a maior feiticeira de todos os tempos tenha sido Hipácia, que era professora, matemática, astrônoma, filósofa platônica e a última bibliotecária da Grande Biblioteca de Alexandria, no Egito, antes de ter sido brutalmente assassinada e a biblioteca incendiada por uma turba cristã fanática em 415 D.E.A. Seu pai, Teonte, também um grande feiticeiro, foi o último curador do Museu de Alexandria.

Resultado de imagem para knowledge tumblr

 O Domínio da Sabedoria trata de conhecer os segredos arcanos e mistérios esotéricos conhecidos de poucas pessoas. Dizem que: 

"Sabedoria significa conhecimento. Conhecimento significa poder''.

 E muito do verdadeiro Poder de um feiticeiro vem de seu vasto conhecimento. É por isso que muitos deles adquiriram fama como sábios professores, mentores, guias e conselheiros - inclusive para reis e rainhas. A Sabedoria porém, é mais do que simplesmente segredos e mistérios. Abrange mitos e lendas. Um mestre de sabedoria também é um contador de histórias e sempre consegue se lembrar de um conto para defender algum argumento.

Fonte:

Comentários

  1. Não conhecia esse "ramo" da Magia, mas fiquei encantada! Ainda não sou especialista em todos os tipos de Magia, bruxaria a afins, mas adoro conhecer cada vez mais. O post ficou incrível, desde as imagens até a descrição sobre esse tipo de Magia e sobre conhecimento <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sou nenhum especialista kkkkkkk, mas o que eu mais gosto é de aprender mais e mais sobre diversas raízes da bruxaria, até porque ser bruxo não é apenas fazer feitiços e poções, "A bruxaria é acima de tudo, muita prática e estudo.".

      Excluir

Postar um comentário

Popular Posts