Hora do Cappuccino #6


Você consegue amar a si mesmo?

Eu não. Eu sou gordo, feio, inútil, cheio de espinhas no rosto,
Burro, idiota, decepcionante, um fardo, hipócrita, nojento,
Nada mais do que mais umas das
Decepções das pessoas a minha volta.

“É uma decepção atrás da outra”, eu já ouvi isso,
Da pessoa que eu queria fazer sorrir,
Que me chamasse de conquista,
E não de vergonha.

As pessoas me olham estranho;
Me fazem perguntas horríveis e nojentas;
Olham nos meus olhos só para que eu tenha esperança
De que um dia eu terei um motivo para ser feliz.

Querem mostrar que possuem mais poder que qualquer outro;
Querem machucá-lo, diminuí-lo, chamar por nomes hediondos,
Estranhar o modo como você ama e interage; mandam você calara boca
Por simplesmente querer expor sua opinião sobre algo ou simplesmente falar.


Eles tentam te calar, os outros tentam e muitas vezes conseguem,
Pois nós temos uma mania chata de, de uma forma ou de outra,
Dar aquilo que eles querem extrair de nós.

Comentários

Popular Posts